Marvel RPG
Seja bem vindo ao Marvel Rpg! No momento estamos passando por um Remake, pedimos que você retorne mais tarde. Se você já tem uma conta e jogava aqui antigamente, fique atento pois haverá eventos especiais na reinauguração voltados para você.

Sala de Jogos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por White Phoenix em Sab Jul 20, 2013 12:26 pm


Sala de Jogos!

avatar
Phoenixes
Messages : 234


Character Info
Itens:
Level: 10
XP:
0/0  (0/0)


White Phoenix


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por White Phoenix em Qui Ago 15, 2013 9:15 pm

Glaz kotoryy vidit vse
Place: Young Avengers | Dick | Rick | Drake | Keny
Parece que não precisei soltar minha língua para começar uma "briguinha" interna. Dick disparava seu lado sarcástico para Rick, Rick sibilava para Lila, e é claro, Lila não perdia a delicadeza com as palavras. Bem, estamos começando com o pé direito. Abafei uma risada e Cinere mordia os lábios para não gargalhar daquela situação. Senti uma cutucada mental antes de descermos. Minha expressão mudara para séria. Ethan indagou se havia outro meio para ir ao subsolo, não tive tempo de respondê-lo que sim, mas o caminho era mais longo e complexo. Percebi sua ansiedade, por isso delicadamente adentrei sua mente para acalma-lo, mas tive uma bela surpresa, uma visão. Nada mais que suas memórias pipocando espontaneamente em minha mente devido à ansiedade. Elas vinham como um sopro, porém um sopro monstruoso, empurrando na forma de onda na minha direção. Tudo era revelado em pedaços, mas conectados uns nos outros, mostrava seu encontro com pessoas diferentes, em especial duas mulheres, e um cartão.

Apertei os lábios escapando da mente do Ethan, não queria mais ver. Quanto mais adentrava na mente, mais era difícil de parar de ler. Senti uma mão gelada tocar em meu braço. Cinere estava séria, viu tudo o que eu vi. Ethan se encontrou com pessoas perigosas. “Vamos contar para alguém sobre isso?” “Não!” Pensei numa expressão neutra, não queria alertar ninguém, principalmente Ethan. "Ele... Ele apenas se encontrou, não temos o porquê de..." Não sabia o que fazer, não sabia nem expressar em palavras. Aquela mulher, Lady Red, não era qualquer pessoa, eu podia sentir apenas com a sua presença nas memórias. Cinere segurou minha mão. “Não importa a sua escolha, sempre estarei ao seu lado.” Fiquei de boca aberta. Um sentimento transbordava dentro de mim, algo novo, um sentimento pouco conhecido e o pior, não o desprezava. Na verdade tentava segura-lo de todos os meios, com medo que pudesse escapar de minhas mãos.

Sorrir para Cinere pela segunda vez há muito tempo. “Para uma duplicata até que sabe falar bonito.” Dei uma tapinha de leve em seu braço em descontração. Ela não falou nada, não pensou nada, só sorriu com o canto da boca. “Obrigada por tudo Cinere.” Seu sorriso alargou de modo convencido. Não iria discutir, queria continuar com aquele sentimento por mais um tempinho.

Não demorou a chegarmos ao subsolo. Passei por todos no elevador com a Cin no meu calcanhar. Preferir esperar que estivessem distraídos para pensar sobre o que faria com o Ethan e seu encontro.

- Aqui estamos, sejam bem vindos à Sala de Jogos. – falei de braços abertos.

Até eu estava impressionada com a sala, parecia ter de tudo, mesmo não sabendo o que seria ‘tudo’. Passei uma vida inteira sem qualquer aparelho, brinquedos, telefones e etc. Porém não deixaria passar a chance de testar pelo menos um desses brinquedos de formas diferentes e estranhas.  

- Er, ãhn, por onde querem começar?

- Eu quero ir em todos! – Exultou Cinere com os olhos brilhando me puxando para uma mesa azul em traços brancos.

- Você por acaso sabe jogar isso?

- Não, mas temos muitos aqui que devem saber. – Ergue a sobrancelha em afirmação.

Olho de esguelha sobre os ombros.

- É, pode ser.


Última edição por Nix Schnee em Sex Ago 16, 2013 7:44 am, editado 4 vez(es)

avatar
Phoenixes
Messages : 234


Character Info
Itens:
Level: 10
XP:
0/0  (0/0)


White Phoenix


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Tim Drake em Qui Ago 15, 2013 11:06 pm



"O medo é inimigo da vontade!!!"
Confiar?




A descida pelo elevador foi tranquila, tirando o fato de Cinere e Nix estarem provavelmente conversando telepaticamente entre si... As expressões e olhares de uma para outra não deixavam que isso passasse despercebido por mim, mas me mantive calado, sem demonstrar nenhum interesse, embora isso fosse quase impossível...

Quando o elevador se abriu, caminhei tranquilo até a porta, logo após Nix e sua clone, elas deram as boas vindas, mas pelo que percebi, elas estavam muito maravilhadas, como se fosse a primeira vez que estivessem lá... Confesso que também fiquei. Era muito nostálgico. Me lembro a época em que eu brincava com Kevin na sala de jogos da mansão, éramos tão felizes... Tão puros... Depois de um certo tempo depois da morte de meus pais, comecei a procurar meu amigo de infância, eu estava querendo saber como ele estava, se ele sentia saudades, se ele queria ser meu amigo de novo... Se ele queria, eu nunca irei saber, ele havia morrido. O pai dele, em meio a soluços, contou-me que Kevin fora assassinado por se meter com o tráfico de drogas. Meu amigo... Vítima do crime... Essa foi uma das coisas que pesou na minha consciência na hora de aceitar o convite de Stark.

Quando me dei conta, estava totalmente imóvel, meus olhos focados em Nix e Cin, que estavam tentando jogar uma partida de Air Hockey. Pego o trocinho circular usado para rebater o pequeno disco e vou até as duas garotas "gêmeas". Dou um sorriso e falo:

-É o seguinte, vocês duas contra o campeão... Se ganharem, vocês me forçam telepaticamente a fazer uma coisa bem ridícula... Se eu ganhar, bem... Digamos que minhas costas estão doloridas, e precisam de uma massagem... Como estou em desvantagem eu começo...

Dou uma "tacada" com o rebatedor de disco um pouco fraco e falo:

-Quem fizer 15 primeiro ganha.

Mesmo com o tom de brincadeira, tinha uma coisa por trás, testar a competitividade das duas, e eu perderia intencionalmente, para treinar minha mente contra a influência mental de telepatas... Era arriscado, mas necessário. Um sorriso sem motivo aparente nenhum surgiu em meu rosto, tiro minha máscara para que não digam que eu estou enrolando ou algo de tipo.


clothes: this (clica!) # tags:  Jovens Vigadores # music: Hail To The King  # Thanks Maay From TPO.

avatar
Messages : 48



Tim Drake


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Lila Blaine em Sex Ago 16, 2013 10:47 am

As palavras toscas aquele ser ridículo me causaram crises de risos internas, acho que o meio neurônio dele não havia captado o lance da concorrência, não pude evitar de olhar pra Dick na mesma hora e sorrir, creio que ele pensou a mesma coisa, só que colocando a Grayson Enterprise no lugar das Corporações Blaine, as pessoa ridiculosamente achavam que só o Stark produzia armamento bélico no mundo? Iludidos. Fique atenta a Nix e Cinere, elas faziam algumas caras que sugeria uma conversa telepática, por um momento eu fiquei curiosa sobre o que seria, eu era Telecinética, mas naquele momento ser telepata me pareceu mais interessante. Quando o elevador saiu alguns dos jovens saíram correndo como uns doidos, Cinere, Nix e eu ficamos por último, encarei as duas que ainda se olhavam e depois que elas saíram eu saí, olhei em volta, a sala era grande e bonita, sorri de lado ainda analisando algumas coisas no celular, era uma grande mania, não vivia sem ele, o que eu olhava tão atenta? Não dizia respeito a nenhum deles, talvez alguns, mas não naquele momento. Eu não estava afim de jogar, então apenas me sentei sobre o balcão do barzinho e cruzei as pernas olhando a movimentação, eu estava centrada no celular quando algo me acertou de leve na cabeça, era uma tela, levei a mão a cabeça olhando a mesma. - Desculpe Srta Blaine. - A voz robótica ecoou e todos olharam pra tela, larguei o celular olhando o possível recado de J.A.R.V.I.S. II . - Senhores e senhoritas, vocês foram cordialmente convidados para um baile de mascaras que ocorrerá na noite de hoje, no salão de baile em Nova York, quais quer problemas ou dúvidas podem contar com minha ajuda, não se esqueçam do requinte e das máscaras. - A tela escureceu e se recolheu, me abaixei quase sendo acertada de novo, eu ainda alisava onde a tela tinha me acertado antes. - Festa, e aí Cinere vamos agitar todas. - Olhei a duplicata sorrindo e dançando bobamente ainda sentada, ela pareceu se divertir com aquilo e depois eu olhei pra Nix ainda sorrindo, ela não parecia tão animada feito Cinere. - Parece que alguns pobres vão poder ter um vislumbre da alta sociedade. - Sim, isso saiu com um tanto de ácido demais, eu não falei pra ser boazinha, fora pra provocar mesmo, encarei todos na sala e depois parei o olhar em Dick. - Nem todos estão acostumados com festas desse calão, não é? - Eu ainda o encarava e depois voltei a olhar pro meu celular ainda com meio sorriso, alguns vestidos passavam por minha mente, junto com Johnathan vestido de terno.

avatar
Messages : 40



Lila Blaine


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Clint Barton em Sex Ago 16, 2013 2:26 pm






Base:

Jovens Vingadores

Tags:

Dick | Lila | Rick | Nix | Keny | Ethan | Lyndi

Vingador e Mentor?
Yeah he found a six shooter gun. In his dad's closet in a box of fun things and i don't even know what, but he's coming for you, yeah he's coming for you. All the other kids with the pumped up kicks. You better run, better run, outrun my gun. All the other kids with the pumped up kicks, better run faster than my bullet, run
Tudo ia perfeitamente do jeitinho que havia planejado para aquele dia. Passar alguns dias no meu apê, dormir pelo menos três horas, tomar café da manhã – mesmo tomando na própria cafeteira acompanhada por torradas queimadas com manteiga de amendoim – e treinar com o arco e flecha no mínimo por três horas acertando no alvo de madeira. Segurar o arco era o mesmo que ter um terceiro braço, não no sentido mutação, o que seria super-estranho, mas como se ele fizesse parte de mim. Coloquei a flecha na corda, envergando-a com os músculos anteriores e travando. Poderia ficar naquela posição o dia todo. Inspirei e expirei lentamente. Fechei os olhos e soltei a corda. Sempre confiando em meus instintos.

A porta do apartamento rangeu. Não me movi, reconheci de imediato o andar e o perfume de um rico.

– Fiu fiu. - assobiou o homem com um sorriso sarcástico - Na mosca, literalmente.

– Tony Stark, o que devo a honra da sua presença na minha humilde casa?

Falo sem olha-lo. Pego outra flecha da aljava presa em minha perna direita, preparo outro tiro, alinhando o arco com o corpo. Solto mais uma vez a corda acertando na primeira flecha atirada quebrando ao meio.

– Eu não posso apenas aparecer para dar um oi?

– Não. – Falo rispidamente. Pego mais três flechas – Não vai dizer ou tenho que adivinhar?

– Certo, você me conhece, preciso que faça um favor para mim. – disse tocando em um das minhas flechas.

Dessa vez obriguei-me a olha-lo sorrindo. Ergui a sobrancelha duvidando aquelas palavras. Pode ter certeza que um favor do Stark não é coisa boa. Da última vez que pediu as coisas não deram lá muito certo para o meu lado. É só imaginar o resultado: duas costelas quebradas, uma perna quebrada, e vários hematomas pelo corpo, foi um desastre. Cocei a cabeça.

– Isso é alguma piada? Estou sendo filmado? Tony Stark pedindo ajuda?

– Okai, já chega. Isso não é piada e também não é um pedido de ajuda e sim um favor. Lembra a Iniciação Jovens Vingadores? Pois então, tinha que passar por lá hoje.

– Tinha? Hah, agora decepcionando crianças Tony? Que coisa feia.

– Não Clint. – Seu sorriso travou numa feição seria – Tenho alguns assuntos a tratar, esta semana estarei ocupado, por isso quero que vá em meu lugar.

– O que? – aquilo realmente é mais que um favor, todos os ossos quebrados passaram a ser apenas uma brincadeira – Endoidou? As equações trigonométricas subiu a cabeça? Esqueça Tony, eu não vou.

***

Nunca diga não para quem deve favores, ainda mais se for um gênio bilionário que sabe argumentar. Pelo menos a mansão não é tão diferente da nossa. Dispositivos de segurança na entrada e dentro, checado. Mansão enormemente grande e cara, checado. Crianças correndo de um lado para o outro feito pequeno demoniozinhos com poderes sobre-humanos, certo, nenhum lugar. Onde será que eles estão? Ah cara, vou ter que sair procurando cada canto da mansão?

– Senhor. - a voz grave e calma soou sobre minhas costas.

Virei-me em um pulo, erguendo a sobrancelha.

– Oh! Você deve ser o Jarvis dois. Eu sou...

– Prazer Senhor. Se estiver procurando os jovens, encontrará no subsolo na sala de jogos.

Fui cortado com um gesto, um dedo apontando ao elevador. Segui com o olhar, mas quando virei para agradecê-lo já havia sumido. Onde será que ele foi? Ou melhor, onde foi que o Stark o encontrou? Nah, deixa pra lá. Entrei no elevador com aquela musiquinha clichê de todos os elevadores, Tony sem criatividade. Lá estavam os pestinhas, digo, crianças. Para a minha surpresa tinha algumas garotas que com alguns anos a mais seriam... Quero dizer. Ãnh, deixa pra lá.

Limpo a garganta ao me aproximar posicionando-me no meio da sala.

– Com licença, sou Clint Barton, vulgo Gavião Arqueiro, prazer. – coço a cabeça desajeitadamente a aquela apresentação – bem, era para o Stark aparecer, mas sabem como é, apareceu um “imprevisto”, por isso cá estou e... – as palavras travaram na minha boca, era embaraçoso até mesmo para mim – serei seu mentor temporariamente.

Percebi que alguns ficaram espantados, outros intrigados e aborrecidos. Já fui jovem – é claro Clint – sei que preferem não estar atados a alguém e sei os problemas disso. Analisei cada um brevemente, lembrando as fichas que Tony me passou mais cedo. Primeiro o garoto humano, Dick Grayson, parece um pouco comigo, extrovertido e impulsivo, não tão bonito quanto eu... Ãhn, em exceção o dinheiro, é claro. E falando em dinheiro temos uma Blaine, empresária, mas que não deixa de ser apenas uma jovem. Queria saber por que o Tony a colocou no grupo.

Ethan, o garoto dragão, temos que ficar de olho nele devido aos seus poderes. Rick lembra aquele mutante dos X-men, qual era o nome mesmo? Noite, rortuno. Noturno! Poderá ajudar bastante à equipe, se assim quiser. Keny controla vegetais e possui o dom de criar armas psíquicas, e que tem a de vingança. Lyndi, hm? Cadê a fadinha? Ainda não apareceu por aqui? Será que o Jarvis sabe onde ela está? Ah é claro, por último, mas não menos importante Nix, a telepata com um histórico um tanto curioso e duvidoso de duplicatas individualistas, tanto que conseguiu chamar a atenção do Fury e Tony. É um segredo até para mim.

– Bom, vejo que já receberam os convites da festa. – ajeito-me colocando o arco fechado de lado – Vamos concluir a minha vinda aqui. Primeiro é uma festa de mutantes, não é todos os dias que vemos isso acontecer, por isso temos motivos para questionar desta “reunião familiar”. Segundo, esta será a primeira missão de vocês. Felizes? – Sorrir, mordiscando um doce – Vocês terão que reconhecer o ambiente na procura de armadilhas para outros mutantes, indícios de que algo está errado. Terceiro, vocês são jovens e é claro que vão se divertir, mas espero que fiquem atentos, nunca se sabe o que pode encontrar. E quarto, caso houver algum problema – pego um bloco de cartões e entrego para cada – podem usa-los para nós chamar. Parecem simples cartões com foto e assinatura, mas são muito mais que isso. Um dispositivo de comunicação que envia e recebe dados de áudio e vídeo, tem o controle de localizar um Vingador ou um Jovem Vingador e... – coço a cabeça. Acabei esquecendo o resto – Pode fazer outras coisas, vocês descobrirão. Com eles passará despercebido na festa, usem apenas se a Nix não puder usar sua Telepatia. Perguntas? Não? Certo... Err.. Dispensados!

Saio dali pegando o arco fechado com um bom pressetimento de ter feito a coisa certa.

TEMPLATE BY NIX SCHNEE


PS: São estes cartões -> clicar aqui. A Nix fará um para vocês. (:

avatar
Messages : 2



Clint Barton


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Ethan Sparks em Sab Ago 17, 2013 11:18 am


There's a monster within me...

Sometimes I can't overrule his will.

Enquanto relembrava varias vezes aquele encontro em Londres notei que Nix se virara para me falar algo mas no mesmo momento ela volta a olhar para frente, assim percebo que ela deveria ter visto aquelas imagens.
Nos chegamos ao subsolo rapidamente os primeiros a sair do elevador são Nix sua duplicata e o Corvo que ate agora não falara seu nome, assim que eles saem eu saio logo em seguida e fico mais aliviado por estar em um lugar aberto porque odeio quaisquer local apertado por causa de minha claustrofobia, depois de me acalmar noto que a sala era equipada com vários jogos la estavam vários jogos de mesa e jogos eletrônicos e para a minha surpresa noto que la também continha uma pista de boliche.

Noto que Cinere, Nix, e o garoto foram jogar um jogo que pouco conheço a garota que chegara a pouco for a para o balcão comer algo, ela me aprecia ser um pouco arrogante mas no geral ela era intrigante e interessante ao mesmo tempo, mas não dou muita bola para isso e me dirijo a pista de boliche, ao chegar la pego uma bola de cor azul me posiciono na pista e depois de alguns minutos eu a jogo fazendo um strik então muito satisfeito comigo mesmo me viro para os outros – Ei porque não jogamos uma partida de boliche.- falo dando uma pausa para respirar – Isso nos ajudaria no trabalho de equipe.- falo então noto que  uma tela bate na cabeça da garota que estava no balcão, a tela se ilumina então Jarvis dois aparece nos informando que estávamos sendo convidados para um baile de mascaras ele fala mais um pouco mas nem presto atenção pelo fato de eu já ter participado de alguns graças aos conhecidos de meu pai fico um pouco triste ao me lembrar dele, assim pego outra bola de boliche e logo em seguida a lanço so que dessa vez so derrubo metade dos pinos.

Pouco tempo depois um cara com uma roupa preta aparece ao entrar na sala noto que ele guardara algo nas costas bem parecido com um arco, ele se apresenta como Clint Barton e fala também que seu codinome era gavião arqueiro fico de boca aberta com aquilo porque ele era o Segundo Vingador que eu conhecia, volto a minha expressão inicial rapidamente para que ninguém notasse ele fala que seria nosso mentor temporariamente fico impressionado com aquilo porque seriamos treinados por um Vingador e isso seria muito bom, ele nos observava atentamente e quando passa os olhos por mim noto em seu olhar um pouco de preocupação, reviro os olhos com aquilo mas volto a prestar atenção nele que começa a falar que nesse baile que iriamos so teria mutantes e que nos tínhamos uma micção para resolver la, depois de explicar tudo e nos entregar uns cartões que poderíamos
usar como comunicadores ele nos deixa aços.

Depois da saída dele eu pego outra bola e jogo novamente sem interesso mas dessa vez faço outro Strik me sento em uma das cadeiras que estavam ali perto e espero pela reação de todos .


Notes

W ith

W earing

A t

Leveck @ CG & Plot Maker @ BG

avatar
Messages : 25



Ethan Sparks


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado




Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum