Marvel RPG
Seja bem vindo ao Marvel Rpg! No momento estamos passando por um Remake, pedimos que você retorne mais tarde. Se você já tem uma conta e jogava aqui antigamente, fique atento pois haverá eventos especiais na reinauguração voltados para você.

Jynx {Michelle} Chevalier von Ruttenford - FP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Jynx em Seg Jul 22, 2013 5:53 pm


MODELO DE FICHA

Roses are red, violets are blue. Gimme my tequila back, or I fucking kill you.

Dados Básicos - Fisico/Psicologico
NOME:
Michelle Chevalier von Ruttenford
CODENOME:
Jynx
IDADE:
19 anos
NACIONALIDADE:
Paris, França.
GRUPO:
X-Force
OCUPAÇÃO|PROFISSÃO:
Estudante e Mercenária nas horas vagas.
Não sei quanto a vocês, mas eu posso dizer que eu sou bem louca. Não, é verdade. Ela é mesmo louca. Até demais para o nosso gosto. CALEM A BOCA VOCÊS DUAS OU EU APAGO VOCÊS DA FICHA. Bom, onde eu estava? Ah sim, voltando. Então, como podem ver, eu sou meio louca. Falo com duas de mim mesma. Uma minha é a Jynx retardada e a outra é a Jynx cínica. *acena* *arqueia a sobrancelha*. Bom, como vocês viram, elas interagem até mesmo com você, leitor. Mas enfim, continuemos a nossa jornada psicológica sobre a minha personalidade e a minha forma de pensar. O meu lema é: Foda-se, tendo bebida eu estou mais do que feliz! Como que funciona? É simples. Vamos supor que você esteja na bad. Você só está na bad porque não tem bebida. BEBIDA RESOLVE TUDO! Bom, quase tudo. Enfim, ah! E eu vejo muita graça em estourar a cabeça dos "bad guys" com um tiro e tudo mais. E efeitos sonoros feitos pela boca é mais legal do que aqueles que são feitos por programas.

Agora... Meu corpo? Convenhamos que eu não sou lá aquelas coisas. Ah, cala a boca. Que foi dessa vez? Você é gostosa, Jynx. Admita isso. Não, cara, eu sou magrela, eu peso 50Kg, só! Mas pra uma magrela você é realmente gostosa. Uai, porque você tem essa certeza? Minhas coxas são só um pouco grossas e eu nem tenho tanto peito assim. Não? Cara. Eu poderia esfregar a cara no meio deles e ficar balançando o rosto lá até a morte. CALMA LÁ! OLHA O RESPEITO! Ela tem razão. Até eu faria isso. Vocês são nojentas... Mas me ajudaram a fazer a descrição. Ok, só vou completar, e prometem me deixar completar sozinha? Claro que sim. Sim, senhora. Obrigada. Então, leitor, onde estávamos? Ah sim. Eu além de ter esse corpo [sussurra]magrelo[/sussurra], eu tenho os cabelos castanhos escuros. Porém, na maioria das vezes eu tinjo de ruivo porque... Ah, ruivas são o poder, por favor. Acho que é isso que salva meu corpo e tal. Meus olhos são castanhos também, mas quando eu uso minha intangibilidade, eles ficam amarelos. Não, não é mel. É amarelo mesmo. Tipo de gatinhos, sabe? Então. É, até as pupilas mudam, ficando aquele cristal preto. Cara, eu acho isso muito maneiro em mim. Mas as vezes.. Sei lá, não sei. A galera fica me olhando torto............. FODA-SE!
Poderes e Habilidades
Intangibilidade


Então, não sei vocês, mas eu consigo atravessar objetos. Isso mesmo. Atravessar objetos. E até seres humanos. Mas isso não mata-o. Só deixa ele assustado porque É UMA GAROTA PASSANDO PELO CORPO DELE SEM MACHUCÁ-LO. Tipo, é muito maneiro cara. Quando eu quero eu consigo atravessar paredes, chãos. Até mesmo aquelas paredes de titânio, sabe? É muito da hora. Ela só tá esquecendo que isso não ajuda muita coisa na hora de bater em alguém. Mas ajuda na hora de receber porrada! Gente, calma, eu ainda não terminei, ok?

Regeneração (uuuh, cool.)


Pois é, isso daí também é da hora. Eu posso regenerar qualquer machucado meu. Sim, mas dependendo da gravidade do machucado, demora. Por exemplo, se eu tomo um tiro e ele é só de raspão, demora uns cinco minutos pra cicatrizar. Se eu tomo um tiro na barriga, primeiro vou ter que tirar a bala e demora uns quinze minutos pra voltar tudo ao normal. E infelizmente isso não me faz imortal. Se alguém vai lá e enfia uma espada no meu coração, aí eu morro. Mas só assim também, porque eu posso quebrar meu pescoço e não morro. E é até engraçado, se bem que dói um pouquinho sim, moço. Ah, e se depender, se eu literalmente PERCO A CABEÇA, só depois de dormir que eu regenero-a. Mas meeeeeeeeeeeeeeeeeeeesmo assim, eu consigo me mover. Só não vou conseguir enxergar muito bem, saca? Tá lá minha cabeça largada no chão e eu ordenando meu corpo tipo "MAIS PRA DIREITA. NÃO, A OUTRA DIREITA, PORRA!"
Antecedentes históricos

Essa é a parte que eu não gosto muito de contar... Bom, foda-se. To aqui pra entrar na X-Force e temos que contar tudo sobre um e o outro, não é mesmo? Então vamos lá. *senta no chão e fica assistindo com um pote de pipoca* *suspira e senta do lado da Jynx retardada*. Bom, tudo começou a dezenove anos atrás, quando um casal gay mutante decidiu adotar uma filha igualmente mutante. Mas eles demoraram sete anos para achar essa filha. E essa filha acabou sendo eu. Mas antes de eu ser adotada, eu tinha sido largada no meio da rua, perto do hospital em que nasci, porque eu tinha os olhos amarelos, iguais a de um gato. E meus dentes caninos eram iguais a de um gato. É até estranho falar dente canino pra fazer referência a um felino. Então tá, meus dentes eram muito "felinos" pra um ser humano. E.. Cá entre nós. Disseram que minha mãe era uma policial da França que tinha aversão a mutantes. Descobrir que o cara que ela tinha dado era um mutante e ter sua filha como mutante era uma das coisas mais tensas pra ela aceitar. Mas enfim. Aí acabei indo pro orfanato e lá fui humilhada, rejeitada e todo aquele sofrimento que acho que a maioria dos mutantes sofrem. Mas eu NÃO SABIA que eu era uma mutante. Até aí, tudo bem. Com sete anos o casal me adotou e eu os amei como pais biológicos. Mas vem cá, posso te contar uma coisa? Éramos um trio muito nada a ver um com o outro. Digo... Um dos meus pais era um negão quase azul de tão preto com dois metros de altura, o outro era um loirinho com olhos azuis de um metro e setenta e eu, a baixinha magrela de cabelo castanho e olhos castanhos. Mas já sabemos quem que era o ativo da relação né? Isso mesmo... O loirinho. É sério. Alerion - o pai negão - era muito bixinha! Ele gritava por tudo. Eu falava que tinha tirado A na prova e ele ficava: AAAAAAAAAI, MON CHERRI! QUE LIIINDO!; E eu ria, e como ria.

Bom, eu vivi super feliz depois com eles. Íamos passear quando dava, tinha alguns problemas domésticos. Até adotamos um cachorro que era mais ou menos da minha altura. Cara ele era muito fofo. Tanto que eu chamei ele de Fofuxo. E ele era muito babão. Sério, não tenham um cachorro enorme e babão. É muita sujeira pra tudo quando é lugar. E é nojento, as vezes. Enfim, éramos uma família normal, até que um dia, foi ano passado. Com dezoito anos. Eu "sofri" um acidente de carro. Estava atravessando a rua normalmente, mas um carro que não possuía freios bons atravessou no farol vermelho. Todos gritaram e tudo mais, e eu fiquei com aquela cara de: what the fuck?; Até que então eu percebi. Eu estava no meio do carro e com um pedaço enorme de vido fincado no meu braço. Só quando eu olhei eu senti a dor, mas tratei de tirar aquele caco de vidro do meu braço. Do nada eu olho meu braço... A dor passou. DAAAAAYUM! Eu regenerei muito rápido. Quando saí do carro, eu não tinha nenhum machucado. E bem... Na hora já tinha muitos policiais correndo atrás de mim. E o que fiz? FUGIR, NÉ. QUE MAIS? Saí correndo em direção a minha casa - que não era muito longe daquela avenida - e chorando, pedi ajuda para os meus pais. Obs: Na época eu era bem chorona, bem criançona, então por favor, não usem isso contra mim depois, eu mudei, tá? Tá.
- PAI, PAI, PAI. TEM UNS POLICIAIS CORRENDO ATRÁS DE MIM E EU ATRAVESSEI UM CARRO E EU TIREI UM CACO DE VIDRO DO MEU BRAÇO E. E. E. E O MACHUCADO DESAPARECEU. PAI, SOCORRO PAI. - chorei para Maxxie (o loirinho).
- Filha, calma. Respira fuuundo. Mantenha a calma. O que houve? - instruiu ele, e logo fiz o que ele dissera.
- Eu estava atravessando a rua e um carro... Era pra ele ter me batido. Mas eu fiquei no meio dele. Como se eu fosse intangível. E um caco de vidro do carro meio que fincou no meu braço e quando eu tirei ele, meu machucado cicatrizou na hora.
Meu pai arqueou ambas as sobrancelhas e chamou Alerion, meu outro pai. Contou tudo para ele e ambos suspiraram. Até eu tinha entendido aquilo. Eu era uma mutante. Bom, isso até que aceitei de boa, é só que eu fiquei muito assustada na hora do acidente. Meus pais me abraçaram e do nada, ouço o barulho da sirene da polícia.

Meus pais se separaram de mim rapidamente e ficaram em frente a porta da nossa casa, de mãos dadas. Eles ordenaram-me para subir para o quarto. Mas não o fiz, fiquei só um pouco na escada para ver o que iria acontecer. Meus pais se entreolharam e apenas assentiram com a cabeça. Assim que a polícia arrombou a porta de casa, Maxxie virou uma estátua de titânio e escamas preencheram o corpo de Alerion. Não consegui assistir o resto da briga pois fui fazer minha mochila com as coisas mais necessárias: roupas, um caderno, um lápis, uma borracha e a foto minha abraçada com os meus pais. Fui inventar de fugir pela janela e até que deu certo, sabia? Tinha uma árvore por perto e dava pra escalar lá. E foi isso que eu fiz. Do telhado da minha casa, pulei para a árvore. Mas foi quando eu vi os corpos dos meus pais sendo retirados. Ambos mortos, porém de mãos dadas. Eu não consegui chorar. Minha decepção foi tão grande que eu não tinha forças para chorar. Bom, apenas fugi. E um tempo depois, encontrei outros mutantes. Fiz amizades e agora estou tentando entrar na X-Force, fazendo testes, treinamentos, tudo.

*tenta segurar o choro* *berra antes de começar a chorar* *chora junto*

Obrigada, obrigada. Eu sei que é triste, mas cá estou eu. QUEM QUER TEQUILA?!
Eu!

Outros Dados
FRAQUEZAS:
Minha fobia por borboletas e quando falam dos meus pais.

MANIAS:
Ah, vocês viram claramente a minha mania de falar com as minhas consciências, mas tenho a mania de ficar mordendo o lábio inferior.

PERICIAS:
Kung Fu, perícia com armas de fogo.


avatar
Messages : 8



Jynx


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por White Phoenix em Qua Jul 24, 2013 9:37 am




Olá Jynx!
Seja Bem-vinda novamente e, me desculpe por avaliar sua ficha só agora, eu mesma queria fazer isso MUHAHAHA! Bom deixando um pouco a brincadeira de lado, antes de tudo, comentarei o que encontrei na sua ficha - uma coisa que aprendi em outro Fórum e tentarei fazer com todas as fichas que avaliarei futuramente. A sua personagem é peculiar, mesmo tendo um passado triste – quase me fez chorar de verdade hahaha – é divertida e não se deixa abater por muito tempo – e se abater uma boa bebida ajeitará tudo hahaha. Ela está sempre correndo atrás por coisas que a faça sentir mais ‘viva’ ou de mudar algo em si mesma, não ligando para as ‘baboseiras’ da vida. Além disso, a sua forma de escrever completa esta personalidade divertida, é simples e deliciosa de ler. Enfim, sua ficha está impecável, até mesmo suas manias e pericias. Espero que se divirta bastante aqui no Fórum e quem sabe nossas personagens não se encontram, a minha duplicata vai adorar as suas outras consciências hahaha. Qualquer dúvida, só falar com algum administrador ou comigo. Até!


Ficha Aprovada!

avatar
Phoenixes
Messages : 234


Character Info
Itens:
Level: 10
XP:
0/0  (0/0)


White Phoenix


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum