Marvel RPG
Seja bem vindo ao Marvel Rpg! No momento estamos passando por um Remake, pedimos que você retorne mais tarde. Se você já tem uma conta e jogava aqui antigamente, fique atento pois haverá eventos especiais na reinauguração voltados para você.

[FP] Keny J. Millygan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Keny J. Millygan em Sab Ago 03, 2013 11:45 pm


   
Ficha de Personagem

   
"Não importa o quanto tente, você sozinho não pode mudar o mundo. Mas este é o lado bonito do mundo."

   
Dados Básicos - Fisico/Psicologico
NOME:
Keny Jay Millyagan
CODENOME:
Dama da Noite
IDADE:
20 anos
NACIONALIDADE:
Espanhola
GRUPO:
Jovens Vingadores
OCUPAÇÃO|PROFISSÃO:
Universitaria
Keny e uma garota festeira que adora uma boa confusão ela e cheia de amigos, depois de deixar o seu lar ela se transformou em uma garota reclusa que prefere ficar sozinha a mesma nutri um grande sentimento de vingança pela morte de seu pai e por esse sentimento decidiu se juntar aos Jovens Vingadores. Uma jovem de cabelos coloridos, branca, de mais ou menos 1,70 de altura, olhos castanhos e de um corpo escultural desejado por muitos, as orelhas de Keny são ponte agudas como as de um gnomo da natureza, dona de um corpo escultural de dar inveja. Um belo sorriso encantador, possui algumas tatuagens. Na mão direita, no dedo do meio tem uma pequena rosa que representa sua mãe, no dedo do lado o símbolo do infinito com as letras "J" e "F" que são os nomes de seu pai e seu irmão. Na cintura tem um desenho de um dragão que envolve toda a extensão da mesma. Tem um piercing no canto esquerdo da boca e um pequeno no nariz. Usa dois piercings em formato de flores que cruza cada orelha.  
Poderes e Habilidades
Mimetismo Vegetal: Mimetismo Vegetal é a capacidade de se transformar em atributos vegetais em geral, como madeira e até mesmo fazendo brotar flores e folhas ao redor do corpo, criando até mesmo veneno.

Armas Psíquicas: Armas Psíquicas é a capacidade de criar uma arma, como uma faca ou granada, de energia psiônica que pode ferir mentalmente o usuário como se fossem verdadeiras, porém, deixando-o fisicamente intacto.  
Antecedentes históricos
Tudo estava indo tão bem, porque isso tinha que acontecer comigo? Minha vida na Espanha era tão perfeita, eu tinha amigos, namorado, tinha uma vida popular, ia a festas todos os dias e me dava muito bem com todos. Mas tudo tinha que se manifestar em publico, esse poder idiota. Logo eu uma garota tão "normal" tinha que ter um gene diferente.
Minha mãe diz que é uma bênção desde que tudo começou. Era uma tarde comum, eu era pequena, devia ter por volta de 10 anos, brincava no quintal da minha casa com minha prima. Brincávamos de ninjas, eu fingia ter uma espada em mãos, imaginava minha arma de um modo perfeito, até que algo começou a se formar em minha mão. Uma longa espada começava a se formar, minha prima me olhou espantada e correu enquanto gritava que eu era  um monstro.
Ajoelhada ao chão chorei até sentir uma imensa dor em minha orelha, passei a mão pela mesma e senti que ela se tornava cada vez mas ponte aguda, gritei pelo meu pai e ele correu. Contei tudo, cada detalhe do que havia acontecido, por fim me pediu para ver minha orelha, ele sorriu e disse que não era nada de muito espantoso, mas assim que fechei os olhos e voltei a imaginar a espada em minha mão ele caiu. A espada sumiu assim que me desconcentrei, abracei meu pai e ele me disse que aquilo era algo anormal, mas que tudo ficaria bem.
Depois desse dia, meu pai começou a ler livros sobre anormalidades e a me ajudar a controlar meu poderes. Minhas orelhas eram escondidas pelo meu cabelo ainda no tom natural e eu evitava ao máximo me concentrar em armas. Tudo andava bem, consegui viver calmamente fingindo ser alguém "normal", cresci, amadureci e me tornei quem sou. Mas infelizmente os poderes não iam embora, a cada dia eu conseguia fazer coisas novas com eles. Ajudava minha mãe no jardim revivendo algumas plantas, fazendo outras crescerem e assim por diante.
Era ótimo me sentir assim, me sentir "normal", mas tudo acabou, aquele garoto idiota não devia ter me irritado, se ele não tivesse o feito eu não teria me concentrado em uma granada de mão e o machucado. Foi ai que todos viram minha anormalidade, aquele mundo perfeito enfim desabou sobre mim, sem nem pensar nos mudamos. Meu pai me protegia a todo o custo, minha mãe me adulava e me proibia restritamente de demonstrar meus poderes ou dons como ela chamava para qualquer um.
Eu acabei mudando, deixei de ser popular, esqueci completamente a minha antiga vida, ou apenas tentava. Até que meu mundo desabou mais um vez, meu pai e eu andávamos pelas ruas com as compras que mamãe nos mandará fazer, ao passarmos em frente a uma floricultura vi algumas flores mortas. Sorri para o meu pai, ele olhou a nossa volta e assentiu, coloquei a mão sobre elas e todas voltaram a viver, então ele os viu. Aqueles delinquentes que o mataram, me puxando pelo braço ele me levou para um beco, os garotos adentraram o local logo atrás de nós, pediram todo o nosso dinheiro, entreguei minha carteira e a do meu pai. Um dele puxou uma arma, especificamente uma Magnum 357 e a apontou para mim, sem nem pensar atirou. Mas meu pai, como meu bom herói entrou na frente e fora atingido, enfim meu mundo desabou.
Mas mal meu mundo se reconstruia e desabou novamente, eu estava em meu quarto fazendo algumas experiências com plantas. Peguei um vasinho com uma que havia feito alguns meses antes e sai para a cozinha. Meu irmão adentrou o meu quarto e comeu a fruta de uma pequena plantinha venenosa e agonizou, tentei de tudo. Mas ele veio a falência.
O meu mundo e o de minha mãe havia desabado pela segunda vez, para mim aquela seria a terceira, mas a quantidade não importa e sim o sentimento e o valor de todos os acontecimentos. Esses fatos fizeram com que o ódio em mim nascesse, minha maior vontade era apenas me vingar daqueles que ousaram tirar de mim meu único amigo e controlar meus poderes que ainda não eram tão bem dominados.
Outros Dados
FRAQUEZAS:
Seu coração é a sua maior fraqueza além da sua nuca. Sendo uma jovem muito sensivel, acaba tendo piedade de todos e de tudo.

   MANIAS:
A jovem tem a mania de ficar mexendo em seus cabelos e de parar somente sobre a perna esquerda. Outra mania sua é de ficar mexendo em seu piercing que atravessa a orelha.

   PERICIAS:

Sabe muito bem manusear adagas e arco e flecha.

   

avatar
Messages : 11

Age : 25



Keny J. Millygan


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por White Phoenix em Dom Ago 04, 2013 7:02 pm




Olá Keny!
Seja Bem-Vinda ao Fórum! Bom Keny, o que pude perceber é que ao decorrer da história houve muitas controvérsias, a morte do pai, o envenenamento do irmão e o entendimento que a vida não seria mesma. Parece uma garota meiga e alegre, mas o sentimento de vingança a corroem por dentro como se fosse pequenas rachaduras, possuem aberturas grandes, profundas e acentuadas, e se não der a devida atenção a elas, as rachaduras colocará por tudo a abaixo. E de alguma forma a escolha do grupo poderá mudar este seu lado vingativo. Ou não.

Você fez uma ótima escolha com os poderes, fortes, mas delicados harmonizando com sua personalidade, a fraqueza equilibra-os. Parabéns, ganhará 5XP por uma boa ficha!



Ficha Aprovada!

avatar
Phoenixes
Messages : 234


Character Info
Itens:
Level: 10
XP:
0/0  (0/0)


White Phoenix


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum